Notícias
Notícias
Voltar \ Lavou as mãos durante 20 segundos e pegou no telemóvel? Pode voltar a lavar. 5 passos para o limpar o telemóvel.

Lavou as mãos durante 20 segundos e pegou no telemóvel? Pode voltar a lavar. 5 passos para o limpar o telemóvel.

12 mar 2020
Lavou as mãos durante 20 segundos e pegou no telemóvel? Pode voltar a lavar. 5 passos para o limpar o telemóvel.
Segurança, Saúde
Se andamos sempre de telemóvel nas mãos, este é como se fosse a nossa segunda pele. Por isso, revelamos 5 precauções que deve ter com os dispositivos.

Numa altura em que todo o cuidado é pouco, as recomendações da OMS dizem-nos que devemos lavar as mãos com água e sabão durante 20 segundos, evitar tocar em objetos ou superfícies, que podem estar contaminadas, tocando de seguida nos olhos, nariz ou boca com as mãos.

A teoria todos nós conhecemos, mas quantas não foram as vezes que logo após ter todos estes cuidados, e até usar gel de limpeza, pegou no telemóvel sem que o tivesse desinfetado? Exato, várias. E de acordo com um estudo de 2012 da Universidade do Arizona estes podem ter 10 vezes mais bactérias do que o assento de uma sanita, uma vez que são limpos com menos regularidade.

Lembra-se da última vez que desinfetou o telemóvel (se existiu sequer uma vez)? Está então na altura de o fazer desde a ponta da capa até à entrada de som. A questão que se coloca é como fazer isso sem deixar um único risco ou fazer algum estrago. O site "Business Insider" reuniu cinco dicas. Vamos explicar passo a passo como fazer.

1. Esqueça os produtos de limpeza para limpar o telemóvel

Não use lixívia ou outros produtos em sprays, principalmente de forma direta no telemóvel, porque esse passo pode ser fatal para o ecrã e para as entradas do dispositivo.

De acordo com a Apple, a melhor forma de limpar o iPhone é com com álcool isopropílico com concentração de 70%, humedecido com um pano macio que deve ser passado suavemente, evitando o contacto com orifícios do iPhone.

2. Usar um pano de microfibra macio e levemente humedecido também é considerado seguro

Além do método anterior, o jornal "The Independent" aconselha ainda o uso de um pano de microfibra com uma pequena quantidade de água morna e sabão ou uma mistura de água e álcool até 50% de concentração para não estragar o ecrã.

Isto porque o uso de produtos químicos agressivos ​​pode remover os revestimentos químicos usados pelos fabricantes para proteger os ecrãs das impressões digitais.

Contudo, apesar de a maioria dos smartphones mais modernos ser é resistente à água, deve evitar que esta entre em contacto com qualquer orifício. A Apple aconselha ainda que desligue o telemóvel antes de o limpar.

3. Luz UV para descobrir onde estão os germes do telemóvel

Se estiver mesmo empenhado em matar os germes em todos os cantos sem deixar rasto, existe um dispositivo chamado Smartphone UV Sanitizer, disponível no eBay, mas cujos valores podem não ser assim tão amigos da vontade de nos protegermos do coronavírus — tendo como alternativa os métodos caseiros.

Esta espécie de raio-X dos germes, que com radiação ultravioleta acaba por matá-los, pode custar entre 19.38€ e 105,90€, como é o caso dos preços praticados na Amazon, que não está à venda para Portugal. Apesar de ser mais de 100€, nesta plataforma alguns modelos já estão esgotados como resultado da caça às bactérias.

4. Se usar capa no telemóvel, reforce a sua limpeza

Se não estiver disposto a limpar o telemóvel com frequência ou por ter receio de o danificar, limpar a capa um maior número de vezes do que o smartphone pode ser mais simples (dependendo dos materiais de que é feito) e também eficaz.

Pode usar os mesmos métodos descritos anteriormente, que representam uma mais valia na sua segurança dado que é a capa que está mais em contacto com as superfícies que podem estar contaminadas.

5. O telemóvel é apenas como uma segunda pele. Nunca deve esquecer a primeira: as mãos

Antes e depois de limpar o telemóvel deve fazer a lavagem das mãos tal como recomendado, de forma a que sempre que pegue de novo no telefone, já desinfetado, não haja um ciclo de transmissão de bactérias.

"Mantenha as mãos limpas e desinfetadas e, em seguida, o telefone permanecerá limpo e desinfetado", disse Jason Siciliano, vice-presidente e diretor criativo global do serviço de proteção de smartphones SquareTrade, ao "Business Insider". Além disso, Siciliano acrescenta que deve estar consciente dos locais onde coloca o telemóvel.


Fonte: Magg

Veja Também
  • CPCV - o que é e para que serve 11 mar 2020
    Documentos
    CPCV - o que é e para que serve
    O Contrato- Promessa de Compra e Venda (CPCV), mesmo não sendo um acordo obrigatório, tem força legal para garantir os direitos das partes contratantes. Por isso, convém estar informado sobre as (...)
  • Desenvolvimento pessoal: mais sobre si! 12 mar 2020
    Desenvolvimento pessoal: mais sobre si!
    Na próxima quarta-feira, dia 18, a Urban Way Portugal promove dois workshops dedicados ao desenvolvimento pessoal. Ainda vai a tempo de participar nestes eventos de entrada livre.
  • Cuidar das emoções durante a quarentena 24 mar 2020
    Segurança, Lar Doce Lar, Saúde
    Cuidar das emoções durante a quarentena
    Temos sido alertados para os cuidados a ter em nome da nossa saúde física e do controlo do vírus porém é fundamental que, em tempos de isolamento social e aumento da tensão, haja também um cuidado (...)